Cirurgia de miopia

Cirurgia refrativa a laser para correção da miopia

A cirurgia de miopia pode ser realizada através do Excimer Laser VISX S4 IR. Entre as técnicas disponíveis para corrigir o grau estão os procedimentos iLASIK e PRK. Ao longo do texto, apresentaremos vídeos em 3D que explicam como acontece a miopia e a cirurgia a laser.

Tornar-se independente de óculos e lentes de contato é um anseio muito comum entre as pessoas que possuem alguma dificuldade visual. Estes transtornos oculares são os chamados erros refrativos – que podem ser corrigidos, na maioria dos casos, através da Cirurgia Refrativa a Laser.

O Excimer Laser VISX S4 IR permite corrigir:
Até 14 graus de miopia.
Até 8 graus de astigmatismo.
Até 6 graus de hipermetropia.

O que é miopia

Estima-se que 25% da população mundial tenha miopia. Este erro refrativo ocorre quando a luz que entra no olho para formar a visão concentra-se num foco à frente da retina. Como resultado, os objetos de longe ficam desfocados, enquanto os objetos de perto estão nítidos.

De uma maneira geral, se a luz não focaliza diretamente na retina o olho pode ter miopia, astigmatismo ou hipermetropia. Estas condições são chamadas erros refrativos.

Cirugia de miopia a laser

Os pacientes que desejam realizar a cirurgia de miopia precisam realizar as seguintes etapas:

  • Consulta médica.
  • Exames pré-operatórios incluindo Aberrometria com iDesign ou Wavescan, Tomografia de córnea com Orbscan, além de exames complementares quando necessário.
  • Definição do(s) tratamento(s) incluindo o grau a ser corrigido e a técnica a ser utilizada.
  • Orientações referente ao pré e pós-operatório.
  • Realização da cirurgia de miopia através do procedimento iLASIK ou PRK.
  • Acompanhamento médico pós-operatório incluindo exames sempre que necessário.

Havendo disponibilidade, é possível o paciente realizar consulta, exames e cirurgia no mesmo dia. Além disso, geralmente, os pacientes optam por realizar o procedimento nos dois olhos ao mesmo tempo – sendo liberados para ir pra casa imediatamente após o procedimento.

Não é recomendado aos pacientes que realizam a cirurgia refrativa a laser dirigir após o procedimento. Nestes casos, recomendamos que tragam um acompanhante em condições de dirigir.

Cirurgia para correção da miopia

A cirurgia refrativa a laser para correção da miopia pode ser realizada através de duas técnicas: iLASIK e PRK. O método utilizado dependerá dos exames pré-operatórios e da avaliação médica.

iLASIK

LASIK é a abreviação de Laser in situ Keratomileusis ou Ceratomileusis assistida por laser. É um procedimento de cirurgia a laser que remodela a forma da córnea para reduzir ou eliminar miopia, astigmatismo, hipermetropia, presbiopia ou outras irregularidades visuais devido a uma curva anormal na córnea ou caracterísiticas específicas de cada olho. Somente um cirurgião refrativo poderá determinar se você é um candidato para cirurgia de miopia com iLASIK.

O procedimento iLASIK consiste basicamente em duas etapas:

Etapa 1 – o médico irá anestesiar o olho por meio de um colírio e colocará um aparelho separador de pálpebras para não piscar. Em seguida, ele utilizará um laser chamado “Laser de Femtossegundo – iFS” para criar um flap protetor para a cirurgia de LASIK. Através do método Intralase, pulsos de luz passam através da córnea formando bolhas microscópicas fazendo uma delicada separação no tecido e  criando o flap protetor que permanece ligado ao restante da córnea por meio de uma aba. O vídeo a seguir  mostra como o laser de femtossegundo cria o flap para a cirurgia de astigmatismo.

Etapa 2 – nesta etapa o cirurgião irá posicionar o flap para o lado para ter acesso ao estroma, camada da córnea onde será feita a correção do grau utilizando um segundo laser chamado “Excimer Laser VISX S4 IR”. Após concluída a correção do grau, o médico irá recolocar o flap na sua posição original e irá concluir o procedimento.

A recuperação é muito rápida e a maioria dos pacientes não apresenta dor ou desconforto. No entanto, de duas a três horas após a realização do procedimento, é normal ocorrer lacrimejamento, fotofobia e ardência nos olhos.  Em função da utilização do anel de sucção para confecção do flap com o laser de femtossegundo, a esclera (parte branca do olho) pode ficar avermelhada, voltando ao normal rapidamente.

Entre 45 e 60 dias após o procedimento ocorre a primeira revisão e, na maioria dos casos, o paciente já recebe alta.

Breve orientações antes da cirurgia – iLASIK

  • É recomendável vir com acompanhante e é necessário que outra pessoa dirija para você após a cirurgia.
  • Faça sua higiene normalmente e use roupas confortáveis, não utilize maquiagem, perfume e presilha no cabelo.
  • Nunca utilize sua lente de contato no dia da cirurgia. Suspenda previamente o uso conforme orientação.
  • Alimentação normal, de preferência leve.
  • É natural que você esteja um pouco ansioso; o procedimento é rápido e indolor. Se necessário, um leve sedativo poderá ser ministrado.

Cuidados e Orientações pós-iLASIK

  • Iniciar o uso da medicação prescrita duas horas após a cirurgia.
  • Se forem colocadas lentes protetoras, mantê-las por, no mínimo, seis horas.
  • Sempre lavar bem as mãos com água e sabonete antes de cuidar dos olhos.
  • Evitar esfregar ou coçar os olhos.
  • Evitar mergulhar em mar, rio, piscina ou sauna por cinco dias.
  • Usar óculos escuros durante o dia em atividades externas para conforto visual.
  • Evitar trauma ocular, ou seja, quedas, pancadas, batidas e etc.
  • Não maquiar a região dos olhos por cinco dias.
  • Evitar uso de cosméticos e tintura de cabelo por sete dias.
  • Evitar esforço físico por cinco dias.
  • Evitar esportes coletivos por cinco dias.
  • Manter seus hábitos de higiene, como tomar banho e lavar o rosto, sem deixar cair água, xampu ou sabonete nos olhos. Caso isso ocorra, pingar duas a três gotas de colírio lubrificante conforme prescrição médica.
  • Proteger os olhos em ambientes com poeira, plantas e substâncias voláteis, conforme orientação médica.
  • Ao lavar o rosto, evitar esfregar as pálpebras.
  • É normal que a parte branca dos olhos fique avermelhada por alguns dias.
  • Pode usar o olho operado à vontade. Pode ler, assistir televisão, usar computador ou dirigir, desde que se sinta contortável e seguro ao fazê-lo.
  • Nos primeiros meses, há uma tendência do olho operado apresentar pequenas imperfeições, o que pode ocasionar uma visão um pouco turva. Durante este período não se pode afirmar se há grau remanescente.

PRK

PRK é a abreviação de Photorefractive Keratectomy ou Ceratectomia fotorrefrativa. Em geral, este procedimento é indicado para pacientes com córneas mais finas.

Inicialmente, o médico irá anestesiar o olho e colocará um afastador de pálpebras para não piscar. A técnica do PRK consiste em retirar o epitélio que é a camada superficial da córnea através da desepitelização corneana. Uma vez concluída a desepitelização, o cirurgião irá utilizar o “Excimer Laser VISX S4 IR” para moldar a córnea e corrigir o grau de miopia. Após a aplicação do laser é colocado uma lente gelatinosa, sem grau, para auxiliar na cicatrização do epitélio. Ela será retirada de 5 a 7 dias após o procedimento.

Nesta técnica o tempo de recuperação é um pouco mais lento em relação ao iLASIK. Alguns pacientes poderão apresentar, no pós-operatório, certo desconforto e embaçamento da visão por um período que varia de 3 a 5 dias até que o epitélio cicatrize e recubra a área tratada.

Recomendações pós-PRK

Existem algumas recomendações pós-operatórias importantes para pacientes que se submetem a cirurgia refrativa com PRK tais como:

  • Iniciar o uso da medicação conforme orientação.
  • Não remover as lentes de contato. Se ela cair dos olhos, não recoloque e entre em contato com o médico imediatamente.
  • Sempre lavar bem as mãos com água e sabonete antes de cuidar dos olhos.
  • Evitar esfregar ou coçar os olhos.
  • Evitar mergulhar em mar, rio, piscina ou sauna por sete dias.
  • Usar óculos escuros durante o dia em atividades externas para conforto visual.
  • Evitar trauma ocular, ou seja, quedas, pancadas, batidas e etc.
  • Não maquiar a região dos olhos por sete dias.
  • Evitar uso de cosméticos e tintura de cabelo por quinze dias.
  • Evitar esforço físico por sete dias.
  • Evitar esportes coletivos por sete dias.
  • Manter seus hábitos de higiene, como tomar banho e lavar o rosto, sem deixar cair água, xampu ou sabonete nos olhos. Caso isso ocorra, pingar duas ou três gotas de colírio lubrificante conforme prescrição médica.
  • Proteger os olhos em ambientes com poeira, plantas e substâncias voláteis, conforme orientação médica.
  • Ao lavar o rosto, evitar esfregar as pálpebras.

É importante lembrar: o cuidado do paciente, seguindo as orientações médicas, é fundamental. Frente a qualquer dúvida no pós-operatório, nossos pacientes podem entrar em contato através dos telefones fornecidos após o procedimento.

A Clínica Balestro está localizada na cidade de Estrela, Rio Grande do Sul. Todos os nossos tratamentos são flexibilizados para que o valor do investimento feito seja compatível com a sua agenda financeira. Além disso, estamos preparados para realizar consulta, exames e eventual procedimento no mesmo dia.