Olho com ceratocone

Ceratocone: conheça as causas, os sintomas e os tratamentos disponíveis – como o Crosslinking, o implante de Anel de Ferrara e a Lente Escleral

O ceratocone é uma doença degenerativa da córnea que faz com que ela fique cada vez mais fina. Com isso, o olho assume uma forma de cone. Sendo a córnea a principal lente de foco do olho, qualquer distorção da córnea resulta na projeção de uma imagem distorcida na retina. Entre os tratamentos disponíveis estão o Implante de Anel de Ferrara e o Crosslinking.

Devido a diminuição da capacidade visual, o ceratocone acaba envolvendo uma baixa qualidade de vida. A medida em que a doença avança, o cone fica mais acentuado fazendo com que a visão fique mais embaçada e distorcida. A forma irregular da córnea faz com que os pacientes com ceratocone fiquem geralmente muito míopes e com grau elevado de astigmatismo que não pode ser corrigido com óculos.

Tratamento do ceratocone com crosslinking

A córnea é a superfície transparente que cobre a parte frontal do olho. Ela é composta por milhões de camadas que são ligadas entre si para manter a sua forma. Certas condições como o ceratocone podem enfraquecer as ligações entre essas camadas da córnea e alterar sua forma. Isso leva a uma visão distorcida que piora ao longo do tempo.

Atualmente, o procedimento conhecido como crosslinking é um tratamento simples e minimamente invasivo. Este tratamento pode parar a progressão do ceratocone e condições semelhantes. Embora o crosslinking não possa reverter a distorção, ele pode evitar alterações futuras. Estudos têm demonstrado que o crosslinking preserva a visão e evita a necessidade de um transplante de córnea.

O procedimento crosslinking começa com a aplicação de gotas sobre a córnea de uma solução chamada riboflavina (vitamina B2). Uma vez que a córnea foi saturada com esta solução, uma quantidade adequada de luz especial ativa a riboflavina. Este processo fortalece e estabiliza as ligações antes fracas entre as camadas da córnea proporcionando um aumento da resistência do colágeno corneano.

Indicado especialmente para ceratocone, o Crosslinking também pode oferecer resultados onde o reforço da córnea se faça necessário, tais como: após implante de Anel de Ferrara, transplante de córnea, cirurgias incisionais e ceratopatias bolhosas com dor ocular.

Tratamento do ceratocone com implante de Anel de Ferrara

Os Anéis de Ferrara são segmentos finos, transparentes e semi-circulares para serem inseridos na córnea do paciente. O objetivo é criar uma visão mais clara para pessoas com ceratocone.

Estes anéis são uma alternativa singular para as lentes de contato e podem, na maioria das vezes, evitar a necessidade de um transplante de córnea. Os anéis mudam a curvatura da córnea reduzindo a distorção em forma de cone resultante do ceratocone.

O tratamento do ceratocone com Implante de Anel de Ferrara pode ser associado à cirurgia refrativa a laser com o VISX S4 IR.

Outra alternativa disponível na Clínica Balestro para o tratamento do ceratocone é a adaptação de lentes de contato esclerais. Estas lentes são fabricadas individualmente para proporcionar adequada visão com extremo conforto.

A Clínica Balestro está localizada na cidade de Estrela, Rio Grande do Sul. Todos os nossos tratamentos são flexibilizados para que o valor do investimento feito seja compatível com a sua agenda financeira. Além disso, estamos preparados para realizar consulta, exames e eventual procedimento no mesmo dia.